“Para, brother” convida os homens a fazerem a sua parte para o fim da cultura do estupro.

Os últimos acontecimentos têm levantado questões e discussões acerca da violência contra a mulher nas redes sociais. Apesar de o machismo não ser atitude exclusiva do universo masculino, é a partir deles que sai a maioria das atitudes e discursos de violência e opressão contra a mulher.

Dentro desse contexto, uma página no Facebook foi criada e chamou a atenção por propor “discussões para tentarmos reverter a cultura de opressão à mulher, usando nosso espaço de influência: a rodinha dos brother”, como a própria página descreve.

Com textos curtos e claros, a “Para, brother” procura desconstruir alguns conceitos e atitudes tomadas pelos homens – e que são consideradas totalmente normais, não só por eles, mas pela sociedade como um todo.

Frases como, “Para de secar na rua, brother. Isso não é ‘flerte’, é assédio” e “Para de chamar de louca, brother. Isso é violência psicológica e tira a credibilidade”, fazem parte do conteúdo da página, que está tendo um crescimento impressionante. Desde sua criação, no dia 28/05, já são mais de 7k curtidas!

Iniciativa maravilhosa, não é?! <3 Já pode dar seu like. 😀