Realização: Sebrae, por meio da aceleradora Ventiur (Porto Alegre/RS). Parceiros: Associação dos Jovens Empreendedores e Empresários de Goiás (AJE Goiás); COMTEC (Comunidade Tecnológica de Goiás); FIEG (Núcleo de Inovação e IEL); PontoGet Co-working, Rede Goiana de Inovação e Sindinformática (Sindicato das Empresas de Informática, Telecomunicações e Similares do Estado de Goiás).

. Valor da participação: 500,00 /empresa (é recomendável que participem 2 pessoas, por empresa, em cada workshop). O pagamento será feito apenas após o processo de seleção e divulgação dos resultados, e as startups selecionadas farão o pagamento no Sebrae, na Tesouraria, em dinheiro, ou cartão de débito ou crédito (parcelados em até 4 x de R$ 125,00).

. Data das inscrições: via Plataforma Fundacity (plataforma de seleção de propostas de startups e acompanhamento de portfolio): http://www.fundacity.com/ventiur/apply/359, abertas desde o dia 27/7 até o dia 14/8 (preenchimento de uma ficha de cadastro, contendo: Breve descrição da sua empresa, localização, Market Tags (mercados mais relevantes para a startup) e Estágio de desenvolvimento (quão avançado você está com o seu produto),

. Avaliação/seleção das Startups inscritas: 17/8 a 18/8 (Fundacity)
O que será avaliado na seleção das Startups:
– Perfil e capacidade da Equipe;
– Diferenciais do Modelo de Negócio;
– Potencial de Aceleração;
– Escalabilidade do Negócio;

. Divulgação dos resultados e contatos com as startups aprovadas (até no máximo 20 startups): 19 e 20/Ago

. Programação do Programa de Pré-aceleração:
1ª. Rodada de workshops:
. 1/Set – Perfil Empreendedor: Ferramentas de psicologia transacional e técnicas de gestão de times e levantamento de crenças
. Local: Sebrae / Sala 1
. Horário: das 9 às 12 e das 13 às 18h

(Dica: Mais importante que o modelo de negócios é o empreendedor: “O sujeito que quer empreender precisa ter perfil empreendedor, precisa saber liderar, precisa conhecer seus pontos negativos e positivos; tem que ter capacidade de fazer e executar”).

. 2/Set – Modelagem de Negócios: Canvas e Canvas de hipóteses.
. Local: Sebrae / Sala 1
. Horário: das 9 às 12 e das 13 às 18h
(Dica: Você vai errar, mas erre rápido: teste hipóteses e teste novamente. “Você vai errar, isso é um fato. Sabendo que irá errar, erre e acerte rapidamente. Testar a hipótese é importante, aqui que é avaliado se o mercado valida seu negócio”).

. 3/Set – Mentoria presencial
. Local: Sebrae / Sala 1
. Horário: das 9 às 13

2ª. Rodada de workshops
. 22/Set: Modelagem de Negócios: Canvas e Canvas de hipóteses.
. Local: Igreja Videira/ Sala 7
. Horário: das 9 às 12 e das 13 às 18h

. 23/Set: Jurídico e Financeiro: Abertura de empresa, sociedade, tributos, contratos, entre outros. Investimentos, fluxo de caixa, DRE, projeção financeira, etc.
. Local: Igreja Videira/ Sala 7
. Horário: das 9 às 12 e das 13 às 18h
(Dica: Modele negócios, mas dê ênfase no financeiro e em aspectos legais: “É preciso ter muita atenção, seu negócio pode ser inviável por parte financeira e por aspectos legais”).

. 24/Set: Mentoria Presencial
. Local: Igreja Videira/ Sala 7
. Horário: das 9 às 13

3ª. Rodada de Workshops
. 6/Out: Pitch: Como convencer alguém em 5 minutos, Design de Apresentações, técnicas de oratória.
. Sebrae / Auditório Lado “A”
. Horário: das 9 às 12 e das 13 às 18h
(Dica: Treine ao máximo, a prática leva ao aprendizado: “Talvez seu Pitch e seu modelo de negócio não sejam os melhores do mundo, mas o treino vai fazer com que tudo flua. Treine, pratique e aprenda”).

. 7/Out: Demoday: Apresentação das startups para banca de investidores.
. Sebrae / Auditório Lado “A”
. Horário: das 9 às 13

Workshop via HANGOUT:
Funding e Startup Brasil (a confirmar conforme lançamento do edital): Voltado para mostrar as opções de funding (recursos financeiros disponíveis pelo governo) e apresentar o programa Startup Brasil – essa workshop não obriga a startup a criar um vínculo com a aceleradora e também não garante a participação no programa Startup Brasil.

4) VANTAGENS DE PARTICIPAR DE UM PROGRAMA DE PRÉ-ACELERAÇÃO:

Goiás, a cerca de alguns anos vem perdendo talentos, é o fenômeno de FUGA/EVASÃO DE TALENTOS/CAPITAL INTELECTUAL. Empreendedores que criaram negócios em outros Estados, seja por benefícios fiscais, infraestrutura ou fomento para desenvolvimento de produtos/serviços. Com isso, em maior ou menor grau, o Estado perde nos aspectos de geração de empregos e arrecadação.

Um programa de pré-aceleração ou aceleração busca garantir alinhamento entre formação empreendedora e oportunidades de geração de negócios inovadores: ampliação de competências (conhecimento, habilidades e atitudes) dos empreendedores do nosso Estado, aliado a oportunidade de fomentar a geração de novos negócios.

Tudo isso se ajusta à recente pesquisa divulgada pela Endeavor sobre as cidades mais criativas/empreendedoras, na qual, das 15 cidades participantes, Goiânia se destaca entre os melhores ambientes para empreender, sendo exemplo o bom ambiente regulatório (itens avaliados: ambiente regulatório, infraestrutura, mercado, acesso a capital público e privado, inovação, capital humano e cultura), contudo, ainda deixamos a desejar em alguns aspectos…

Além disso, o Sebrae Goiás, considerando a sua missão… atua no sentido de fomentar a ampliação do ecossistema empreendedor do Estado de Goiás, empreendedorismo esse que vem acontecendo em diferentes ambientes de inovação no nosso Estado (condomínios de empresas, incubadoras, espaços de trabalho colaborativo/coworkings), etc.

Acreditamos que o aconselhamento aos empreendedores, a validação dos modelos de negócio pela experimentação e interação com o mercado, bem como o uso eficaz de nossa rede de negócios são mais importantes do que o simples aporte de recursos financeiros.

A grande vantagem de participar do Programa de pré-aceleração, em Goiânia, é que a empresa não tem de sair para outro Estado, para fazer isso fora, gastando tempo e dinheiro. É o caso de vários empreendedores de startups, como a Easy Crédito, plataforma móbile, que conecta pessoas que precisam de crédito com empresas que oferecem opções de financiamento, algo como o “buscapé” do crédito, solucionando a questão burocracia no processo de concessão de crédito.http://easycredito.me/. Em Aceleração pelo Startup Brasil (Marco Túlio), Paolo/Dec-Pag, plataforma de meios de pagamento (goiano que teve de sair de Goiás por falta de incentivos locais).

5) Por quê realizar um Programa de Pré-aceleração de Startups em Goiás?
O aumento de startups no Brasil está cada vez mais acentuado. São Paulo lidera o ranking de estados segundo a Associação Brasileira de Startups (ABStartups), com 992 startups cadastradas e Goiás aparece entre os oito primeiros, com 74 startups. Goiás é um agente importante dentro do mercado de tecnologia, por isso o SEBRAE GO está realizando, com apoio da Ventiur, tal investimento nas futuras startups.

6) VENTIUR: EMPRESA EXECUTORA DAS CAPACITAÇÕES E MENTORIAS: oPrograma de pré-aceleração de Startups será executado pelo Sebrae, por meio da Ventiur, uma Aceleradora de Startups de Porto Alegre (Rio Grande do Sul). A Ventiur possui mais de 30 sócios-investidores, apoiados pela equipe executiva e 20 mentores. Possui estrutura operacional em rede, com base operacional no Tecnosinos (eleito melhor Parque Tecnológico do Brasil em 2014), em São Leopoldo/RS, com estrutura administrativa em Porto Alegre e operação compartilhada com sócios e parceiros em Florianópolis, Maceió, São Paulo, Rio de Janeiro, Miami e, agora, a partir do Programa de Pré-aceleração, criará uma estrutura em Goiânia.

A Ventiur possui 30 sócio-investidores que aportam recursos nas startups que possuem maior potencial de crescimento.

A VENtiur é uma das principais aceleradoras do Brasil e tem a chancela do Programa Startup Brasil, Programa do Governo Federal que faz investimento em capital de risco (venture capital), de 200mil por startup, NÃO REEMBOLSÁVEL/não retornável para o Governo, e o governo não vira sócio da startup.