Se tem uma coisa que todo publicitário tem certeza no dia 01º de janeiro é: Teremos, no mínimo, 5 ações FODAS da Heineken no novo ano que se inicia.

Em 2016 não tem sido diferente. No último domingo (05), a cervejaria lançou o vídeo-case de uma ação fantástica feita em comemoração à final da UEFA Champions League, convidando 3 homens à dar 4 dias de SPA para suas mulheres, tendo assim uma folga para assistir o jogo em uma festa exclusiva da Heineken. O plot twist é fantástico e vale a pena cada minuto, confira:

 

Muito mais que uma ação bem-humorada, esse vídeo-case nos quebra um paradigma que, mesmo em 2016, ainda insiste em nos assombrar: o de que mulher não gosta de futebol e só pensa em beleza, spa e etc.

Pode ser que, na maioria das mulheres ao redor do mundo, isso ainda seja verdade (só conseguiríamos saber com clareza se entrevistássemos uma a uma). Mas é fato que hoje a mulher tem muito mais voz, muito mais autoridade e muito mais autonomia de suas vontades. E essa representação do empoderamento é muito bonita, tendo em vista que a mesma marca postou um comercial assim anos atrás:

Particularmente falando, entendo esse comercial antigo da Heineken. É machista ao extremo: sim. Ridiculariza a mulher: sim. Mas temos que entender que a sociedade daquele tempo era mais machista também e o público da cerveja era, em sua maioria absoluta, masculino.

Mas o mundo mudou, a sociedade mudou, a mulher mudou. E a Heineken foi brilhante em entender essa mudança e ‘pedir desculpas’ através de uma nova ação, agora colocando a mulher como o centro de tudo. E as reações no Facebook da marca foram bem positivos:

print01print02print03print04 Ver esse novo posicionamento da Heineken é, sem dúvida, muito maior que a ação em si. Colocar o homem como um mero espectador de uma vitória feminina é o começo de novas eras para a publicidade de cerveja e prova de que é possível ser certeiro na comunicação sem precisar colocar mulheres seminuas como garçonetes de bares. 🙂

Parabéns Heineken, que continuem fazendo muito ações para mulheres, para homens, para gays, brancos, negros, e qualquer ser humano no mundo que possa gostar de sua cerveja.