No último dia 14 de janeiro estreou um filme que marca a história da franquia Rocky.

Para quem está por fora, Creed conta a história de Adonis Johnson (Michael B. Jordan) que nunca conheceu o pai, Apollo Creed, que faleceu antes de seu nascimento. Ainda assim, a luta está em seu sangue e ele decide entrar no mundo das competições profissionais de boxe. Após muito insistir, Adonis consegue convencer Rocky Balboa (Sylvester Stallone) a ser seu treinador e, enquanto um luta pela glória, o outro luta pela vida.

Assisti o filme no fim de semana e a emoção de ver a galera vibrando a cada cena é contagiante.

É uma franquia de grande sucesso com uma responsabilidade enorme, que utiliza elementos do passado para reafirmar o presente e construir um novo arco narrativo, usa da trilha sonora original e conversa com uma nova geração.

Mas nesse quesito, Creed foi mais inteligente que outras franquias (como Star Wars: O Despertar da Forças) ao não repetir as mesmas fórmulas dos filmes anteriores, ele usa sim os elementos mas constrói um novo enredo.

Enquanto em Rocky vemos a história de um operário se descobrindo no boxe e ganhando fama, em Creed vemos um jovem com alto poder aquisitivo visitando suas origens através da lembrança do pai e tentando se afirmar perante a cultura negra.

20151207-creedfilmes-2

Vamos aos motivos para não perder o filme no cinema:

1 – O filme é uma grande homenagem ao legado de Rocky

Durante todo o filme vemos uma grande homenagem a tudo que Rocky Balboa e sua franquia representaram para a cultura pop mundial com referências que partem principalmente do personagem Rocky, que fala de Paulie, Adrian, Mikey mas também de outros elementos como cartazes na academia de luta, portas-retrato bem posicionados, cenas que lembram muito o primeiro filme e claro, a icônica cena no topo da escada.

2 – O ator Michael B. Jordan e o protagonismo negro

Michael B. Jordan e o diretor do filme, o também negro, Ryan Coogler trocaram ideias sobre a criação do Spin-off durante as filmagens de outro filme em que trabalharam juntos. Coogler teve sua ideia para o filme quando ainda estava na faculdade de cinema, motivado por uma vontade de se aproximar de seu pai.

Apesar da desconfiança o sucesso de Fruitvale Station: A Última Parada fez com que Stallone aceitasse a ideia do filme e meu Deus que bom que isso aconteceu.

Brilhando no papel, Michael mostra uma grande crescente no filme a medida em que se aproxima de sua origem Creed e em que luta ao mesmo tempo para não decepcionar o pai e criar o seu próprio legado.

Creed 1

Vemos no filme o nascimento de um novo herói. No filme abordagem da cultura negra é sutil e mesmo assim poderosa a medida que insere um protagonista negro em uma franquia clássica, lembrando que o boxe tem sua origem fortemente difundida por negros, e se adequa aos moldes da sociedade atual dando a possibilidade a comunidade negra de identificação com um personagem principal.

3 – A trilha sonora é incrível

Uma das coisas que mais me chamou atenção no filme, quem estava comigo não me deixa mentir, foi a trilha sonora.

São músicas fortes que dão todo o tom do filme e com um jogo de acordes que te faz lembrar a trilha original a todo momento.

A cada nova música, o coração bate mais forte.

Confira a trilha sonora aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=WQeqcA-oDlw&list=PLgXySa4S_f4EMroF7vZW9VVP5cMvOcioQ

4 – As cenas de luta são muito bem feitas

Michael B. ­Jordan teve de treinar boxe por 11 meses (até durante as filmagens de Quarteto Fantástico) para atuar em Creed. Não era para menos. O filme conta com a presença de boxeadores de verdade, como Gabriel Rosado e Tony Bellew, então era mesmo melhor que o ator estivesse preparado.

As lutas são incrivelmente bem coreografadas e fazem a gente se remexer na poltrona do cinema a cada golpe. O que mais me chamou a atenção foram as lutas em plano sequência e que mostram em detalhes cada golpe desferido pelos lutadores.

5 – Stallone está MARAVILHOSO no papel de Rocky

Essa cara merece o Oscar! A construção de Stallone como um Rocky aposentado e ao mesmo tempo com orgulho do legado que construiu é linda.

CRD-02610r

Vemos no filme um Stallone diferente dos filmes em que ele é o grande protagonista da história. Contido, franzino, com um postura mais curvada, olhar calmo e a ingenuidade características de Rocky ele surpreende pela atuação e passa o bastão de protagonista de forma brilhante para seu sucessor.

Enfim, vale a pena assistir, vibrar e chorar com o filme. Se você já assistiu conte nos comentários o que achou.